A Receita Federal está de olho no PIX. Será que é preciso declarar no Imposto de Renda?

imposto de renda

A fiscalização da Receita Federal será bem mais intensa nesse ano ao realizar o imposto renda, devido ao lançamento do PIX. O Banco Central criou um sistema de transferências de maior eficácia, que caiu no gosto do brasileiro com mais de 138 milhões de usuários. Portanto, essa alta demanda de movimentações financeiras não iria passar despercebido. O Pix é uma nova forma de realizar transferências bancárias no Brasil e tem se tornado cada vez mais popular entre os brasileiros.

E o Fisco sendo o responsável por supervisionar todas as movimentações irá ficar de olho, apesar de muitos acharem que poderá passar despercebido, mas o Fisco estará de olho. E diante disso, pode gerar um impacto na declaração de Imposto de Renda.

Mas é obrigatório declarar o PIX no imposto de renda?! Não. Deverá ser informar apenas o saldo da conta e as movimentações na sessão reservada de bens e direitos. Na declaração para pessoa física, é importante verificar e respeitar a margem entre as receitas e as despesas. O somatório das movimentações precisa ser menor que o total de rendimentos declarados. Já para as pessoas jurídicas, é importante ficar atento que o total de notas fiscais emitidas seja maior do que o total de movimentações de pix, semelhantes as outras formas de pagamento utilizado pela empresa.

Por isso, é necessário guardar todos os extratos bancários, comprovantes e outros para que tenha todas as informações necessária. Isso significa que, caso você tenha realizado transações com Pix durante o ano-calendário, essas informações devem ser declaradas no Imposto de Renda.

Caso as transações realizadas com Pix tenham sido de natureza comercial, ou seja, se você as utilizou para receber pagamentos por produtos ou serviços prestados, é importante declarar também o valor recebido na ficha de “Rendimentos Recebidos de Pessoa Física ou do Exterior”. Nesse caso, é importante lembrar que o valor declarado deve ser o valor líquido recebido, ou seja, já descontados todos os impostos e taxas aplicáveis.



Posts Recentes

Restituição do IR 2023, veja quando será pago.

Antes de iniciarmos divulgando a tabela, é importante também explicarmos o que é a restituição do imposto de renda. No mais, é a devolução do valor pago a mais à Receita Federal no ano anterior. Toda pessoa que fez a declaração tem direito à restituição, se houver um...

IR 2023, veja as novas regras.

  No próximo dia 15 de março, começa o período para enviar a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física. A Receita deve receber entre 38,5 milhões e 39,50 milhões de declarações dentro do prazo. Visando uma maneira de minimizar erros e oferecer comodidade, o...

Representante Legal x Responsável Legal: veja a diferença!

É muito comum entre as empresas o termo representante legal, geralmente ele está presente em contratos ou até mesmo em estatutos sociais no qual o seu papel é representar legalmente alguém. Mas você sabe que existe uma diferença entre representante legal e responsável...